O Meu Tempo

Roberto Macchado numerólogo.  

Nova Corrente da Numerologia Pitagórica

Atuamos em todo o Brasil e para o exterior.

NUMEROLOGIA PITAGÓRICA O QUE É E A SUA HISTÓRIA

 

Numerologia Pitagórica o que é

Numerologia é a ciência que estuda e interpreta as influências das Vibrações Numéricas (VNs) na vida humana.

Objetivo

Revelar as influências dos números na vida humana e orientar na utilização adequada dessas influências conforme o Mapa Numerológico Natal de cada pessoa.

 

Numerologia Pitagórica e a sua história

É impossível falar de Numerologia e de sua história sem citar Pitágoras. Aliás, não seria somente impossível, seria principalmente injusto. O Pai dos Números, como ele é popularmente conhecido, foi, na verdade, um grande e iluminado filósofo.

Aproximadamente em 600 a.C., na antiga Grécia, nosso patrono iniciou seu estudo dos números. A princípio, precisou estudar também os planetas e a Filosofia disponível na época, para depois esboçar seus primeiros conceitos das vibrações numéricas.

Exilado, Pitágoras teve de viver em outros países para poder se livrar de perseguições.

Muitos anos se passaram, de exílio e de estudos. Retornando à terra natal, já como um influente e respeitável filósofo, fundou a Escola Pitagórica – que, até hoje, passados mais de 2.500 anos, ainda nos parece maluca.

Qualquer cidadão que pretendesse ser admitido precisava submeter-se a rigorosa avaliação pelo próprio mestre. O aluno permanecia cinco anos estudando o Universo e seus planetas, mais igual tempo dedicando-se ao estudo da Matemática e da Filosofia, para só depois iniciar os estudos em Numerologia.

De tanta rigidez e exigências brotaram grandes e excelentes frutos, tanto que,  a Numerologia só foi conhecida pelo mundo através de seus alunos, que se transformaram em discípulos, difundindo seus conhecimentos, ensinamentos e descobertas.

Pitágoras sabia o que fazia, pois, se não fosse pela rigidez de seus estudos, os alunos não poderiam ter revelado à humanidade, com tanta precisão, os conceitos profundos e abrangentes que atualmente possuímos sobre a vibração cósmica dos números.

Reconhecimento seja feito. Agradecidos somos pelo mestre que o mundo nos deu. Abençoado seja Pitágoras por sua obra e dedicação.

Perceba o leitor que, por mais nova que a Numerologia possa lhe parecer, estamos nos referindo a uma ciência milenar, de estruturas muito bem firmadas e de influências comprovadamente existentes.

 

Grécia Antiga 600 AC

A vida era muito mais fácil. E por ser mais fácil tornava-se mais interessante.

As opções eram poucas e por ter poucas opções os Homens dedicavam-se a entender as pessoas, o mundo e consequentemente o Universo e seu Criador.

Não havia recursos significativos para serem utilizados na busca desses conhecimentos e descobertas.

Como não havia quase nenhum recurso tecnológico disponível o Homem tinha que utilizar do recurso mais primitivo, que por ser primitivo tornou-se o mais aprimorado, a contemplação.

O simples fato de olhar e sentir as pessoas, a vida, o universo, o Criador.

Contemplar!

Suas expectativas miravam-se nas descobertas.

Suas atitudes baseavam-se na não interferência nos fatos, mas sim, na retirada do véu que encobre a lógica implantada nos movimentos de todos os seres vivos.

Se contemplar a si, o ser humano descobriria a Humanidade.

Ao descobrir a Humanidade entenderia o Universo.

Ao entender o Universo estaria próximo do Criador.

A contemplação indicava haver uma lógica na dança universal.

Todos os seres vivos, planetas e galáxias se moviam num círculo de equilíbrio perfeito.

Como se estivessem amarrados, porém autônomos, porém ligados.

Que lógica seria essa que une a todos num conjunto circular enorme e harmônico e que ao mesmo tempo lhes proporcionam a liberdade nos movimentos?

As perguntas eram poucas e por isso as respostas encontradas com mais facilidade.

Nessa época e nesse ambiente nasceu Pitágoras.

Sua trajetória foi polêmica. Como é a trajetória de qualquer iluminado.

Grupos de historiados divergem sobre questões importantes a respeito de sua vida.

Como nada foi encontrado que teria sido escrito por Pitágoras, criou-se grande polêmica a respeito de sua figura. Os historiadores relatam apenas que suas descobertas e ensinamentos foram transmitidos por seus discípulos, sendo o mais conhecido Aristóteles.

Segundo os historiadores seus discípulos, após sua morte ou desaparecimento, teriam transmitido ao mundo os conhecimentos Pitagóricos.

Sabe-se pelos historiadores que Pitágoras desenvolveu estudos em várias áreas:

Numerologia, Astrologia, Astronomia, Arte, Esoterismo, Religião, Matemática...

Um sábio? Mestre? Numerólogo? Astrólogo? Artista? Matemático? Religioso?

Esotérico?

Foi um Filósofo. Um ser humano iluminado pela sabedoria e dotado de precisão científica.

Suas descobertas em Numerologia extrapolaram o conhecimento disponível na época.

A Pitágoras é creditada pelos historiados a descoberta da Numerologia.

Há relatos históricos de que teria existido leituras de números que antecederam Pitágoras. Porém, essas leituras eram isoladas e restritas apenas a algumas circunstâncias.

Credita-se historicamente a Pitágoras a compilação científica dos números e suas comprovadas influências na vida humana e a elaboração de técnicas para a formulação do Mapa Numerológico Natal.

Ou seja, Pitágoras associou as expressões humanas aos números dando-lhes características humanas e desenvolveu mecanismos para elaborar um roteiro de entendimento dessas influências numéricas no decorrer da vida humana sobre o planeta Terra.

Criando assim as descrições de cada número e o Mapa Numerológico Natal

 

Autor

Roberto Macchado – numerólogo

Contatos:

Site: www.omeutempo.com.br

E-mail: roberto@omeutempo.com.br

Fone/WhatsApp: 11 9 5375 9826